Resenha: Por Lugares Incríveis - Jennifer Niven


    E aí, tudo bem? Recentemente li Por Lugares Incríveis e de tão incrível(quanta criatividade) decidi que esse livro merece ser compartilhado várias e várias vezes. Minha indicação pra vocês hoje é essa e confiem em mim, porque é lindo demais!


    Por Lugares Incríveis conta a história de dois adolescentes, Finch e Violet. Violet Markey é aquele esteriótipo de garota perfeita, popular, que tem uma família perfeita e além de tudo é linda. Até que sua irmã morre em um acidente e sua vida passa a ser bem diferente. Já Finch sempre foi considerado a "aberração" na escola, um garoto com uma série de problemas um tanto quanto misteriosos e alguns sumiços repentinos, além de uma família totalmente desestruturada. Até que um dia o destino junta esses dois na Torre do Sino na escola, onde eles pretendiam pular e bom, se matar. Entretanto acabam salvando um ao outro. A partir daí e de um trabalho de geografia, os dois partem em suas andanças - como bem diz Finch.

    Lançado pelo selo Seguinte da Companhia das Letras no ano passado, Por Lugares Incríveis tem recebido comentários ótimos por aí e não é pra menos. Já deixo dito aqui: é lindo! Eu sei, eu sei, pode soar meio clichê. Tem um garoto, uma garota daí todo mundo sabe o que acontece. E é claro que é clichê em vários momentos, mas hoje em dia, pouca coisa não é. A questão é que a essência do livro é incrível. Lida com assuntos muito delicados de uma forma simples, além do luto, o amor, a superação e transtornos psicológicos também são mencionados. É claro que você chega ao final da leitura em meio a um turbilhão de emoções. Esse é um daqueles livros que dá vontade de sair marcando tudo - se não fosse considerado um pecado riscar livros haha. Tem cada frase, e por trás dos detalhes sempre se encontra algo muito maior. Apesar de ter INFINITAS diferenças, o livro pra mim foi uma mistura de Cidades de Papel e Quem é você, Alasca?  do John Green. Não por ser parecido, mas pela essência dele mesmo e pelas coisas que ele passa. Contando que Quem é você, Alasca? é um dos meus preferidos, é claro que Por Lugares Incríveis foi um maravilhoso acréscimo às minhas leituras.



    Além disso, o livro é narrado tanto por Violet quanto por Finch, que alternam os capítulos. Falando no Finch, ele é um personagem bem complexo, singular. Nem preciso dizer que em poucas páginas ele se tornou um dos meus favoritos. Sem falar nessa capa, que é linda! Falando bem a verdade, o livro é todo lindo! Depois de ler fui procurar um pouco mais sobre a autora, e esse foi o primeiro livro destinado à jovens de Jennifer Niven - ela tá mais do que de parabéns, viu? E tem mais: a adaptação cinematográfica está confirmada!

    Definitivamente, um livro essencial. Sucinto, emocionante e bem escrito, Por Lugares Incríveis merece várias estrelinhas. Quem já leu ou quer ler, não esquece de dar uma passadinha aí nos comentários. Até breve =)
    Ah, essa resenha também foi postada no blog Tá e Daí?! então confere lá!

Retirado do livro: "Você me faz te amar. E essa deve ser a maior coisa que meu coração já foi digno de fazer." (pág. 315)

Retrospectiva 2015: Livros Favoritos


    Para fechar a retrospectiva de 2015, hoje é dia de livros! Confesso que li bem pouco esse ano, muito menos do que eu queria, mas o máximo que eu pude. A lista é pequena, com apenas 5 livros, mas cada um deles me conquistou. A meta de leitura de 2015 também foi pro espaço, por falta de tempo e vontade de ler outros, mas fazer o que né hahaha. Vamos pro post <3


    Mosquitolândia - David Arnold 
   Abrindo a lista com um livro incrível que é Mosquitolândia. Eu não dava nada por ele, comprei por acaso, e acreditem, é MARAVILHOSO. Eu poderia elogiar ele até amanhã, mas já tem resenha no blog então vou deixar o link aqui pra vocês darem uma olhada. Inclusive, pra mim foi o melhor lançamento da editora Intrínseca esse ano.


    Tá, e daí?! - A Vida por Mim - Ana de Cesaro
    De todos dessa lista e entre qualquer um na minha estante, esse aqui é o que eu tenho mais carinho. Carinho porque vi esse livro "nascer", vivi um pedaço dele também. E só posso dizer que tenho orgulho dessa Ana Maria maravilhosa que me conquistou e me inspirou nos tatames quando eu tinha 8 anos e agora fora deles. Esse livro foi uma conquista enorme que eu fico mais do que honrada de poder ter passado ao lado dela. Em A Vida por Mim, Ana conta a história dela, de uma forma simples e cativante. O livro também é interativo e tem espaço pra você contar a sua própria história. Da capa à última página, eu amei e não indico porque eu amo ela e ela faz parte da minha vida, indico porque é excepcional e uma lição pra todos. 


    Rangers: Ordem dos Arqueiros - Arqueiro do Rei - John Flanagan
    De certa maneira eu cresci com Rangers: Ordem dos Arqueiros. Lembro quando ganhei o primeiro livro e pensei no quão fantástica uma história com arqueiros poderia ser. Por algum motivo, antes mesmo de conhecer Katniss Everdeen, acho arcos tão fodas,imagina então, ser um arqueiro real hahaha. Rangers me apresentou um mundo singular e mesmo depois do décimo segundo livro, eu continuo me apaixonando por cada história. Li o livro inteiro com o coração cheio de alegria, John Flanagan me conquistou mais uma vez.Inclusive, aguardem a resenha desse aqui - um dia sai, eu prometo.


    O Nome do Vento - Patrick Rothfuss
   Ah, O Nome do Vento... Não me canso de falar desse livro. Um dos meus livros favoritos da vida e indico pra todo mundo sempre. Sem falar nessa capa linda,né. Pra quem quiser saber mais tem resenha dele aqui no blog, então clica aqui. Dê uma chance a esse livro e eu tenho certeza que você vai amar! 


    Maze Runner: Prova de Fogo - James Dashner
   Maze Runner é uma distopia surpreendente e que eu adoro. A adaptação de Prova de Fogo para os cinemas também estreou esse ano, e vale a pena ver. O filme ficou bem dinâmico e cheio de ação! Também tem resenha de Prova de Fogo aqui no blog, então clica aqui pra ver. 



Retrospectiva 2015: Melhores Filmes

 
    Continuando a retrospectiva de 2015, hoje é dia de falar de filmes! Nos últimos tempos o cinema tem me deixado um pouco mais pobre, porque olha, é difícil acompanhar tanta novidade foda. E se 2015 foi um ano maravilhoso para os amantes dos longas, 2016 será simplesmente épico - afinal, um ano que tem filme do Deadpool não poderia ser diferente! Selecionei 6 filmes que eu adorei e que estão na listinha(enorme) de favoritos.

Os Vingadores: Era de Ultron 
Claro, claro, que não pode faltar Marvel em uma retrospectiva. A Era de Ultron surpreendeu bastante e superou as minhas expectativas. Além de bastante ação, o filme tem aquele ponto Marvel de diversão, cheio de referências(olha a referência na referência) e abre caminho para vários outros filmes, como Guerra Civil e Pantera Negra.


Divertida Mente

Um dos favoritos do ano e da vida também. Uma das melhores animações que eu já vi,mas não vou falar muito porque já tem resenha aqui no blog, então clica pra ir lá dar uma olhada!

Cidades de Papel
Depois do sucesso da adaptação de A Culpa é das Estrelas, Cidades de Papel não decepcionou nem um pouco. O elenco, o roteiro e até mesmo as mudanças em relação ao livro, foram boas. Cara Delevingne brilhou muito interpretando a Margo e quero logo outros filmes com ela. Cidades de Papel só aumentou as minhas expectativas para a adaptação de Quem é você, Alasca? - outra autoria do maravilhoso John Green. Tocou até pokemon em uma cena, não tem como não ser legal hahaha.

Homem Formiga
Sendo bem sincera, eu não dava muito pra esse filme e acabou se tornando um dos meus favoritos do universo Marvel. O enredo é simples, o elenco é maravilhoso. O filme tem bastante ação, mas igualmente divertido. Marvel acertou na fórmula de Homem Formiga, inclusive mais do que em A Era de Ultron

A Esperança - parte 2 
Nem A Era de Ultron, nem Cidades de Papel, nem o grande Star wars e sim o desfecho da trilogia(de quatro filmes) de Jogos Vorazes foi o filme mais esperado por mim esse ano. Ver a minha distopia preferida ser adaptada para as telonas foi incrível. Infelizmente, A Esperança- parte 2 me decepcionou um pouco e acabou sendo o filme que eu menos gostei de toda a série. É um filme bom sim, não no mesmo nível dos seus antecessores, mas bom! Pra quem não viu, faça uma maratona agora, porque é super merecido.


O Pequeno Príncipe 

Mais uma animação que conquistou meu coração esse ano! O Pequeno Príncipe é simplesmente lindo e pra quem quiser saber mais também tem resenha aqui no blog então é só clicar aqui.

E que 2016 nos traga mais filmes maravilhosos! 

Retrospectiva 2015: Melhores Álbuns

   Oi,oi,oi! Mais um post da retrospectiva de 2015 aqui pra vocês, dessa vez com os meus álbuns preferidos de 2015. Então, olha aí:

Made in the A.M. - One Direction
Acompanho One Direction desde os primórdios, lá no X- Factor e não há dúvida de que esse foi um dos meus álbuns preferidos deles. Esse é o primeiro disco sem o lindo Zayn Malik e, sinceramente, sinto falta dele. De qualquer jeito, os carinhas fizeram um bom trabalho! Os clipes estão bem legais também. Minhas preferidas do álbum são History e Never Enough. 




Confident - Demi Lovato
Com certeza o álbum mais esperado por mim era esse. Não é muita novidade que eu sou fã da Demi e ela aparece muito por aqui. Confident superou todas as minhas expectativas! É difícil escolher minhas músicas favoritas, mas se for pra escolher fico com Father e For You! Sem falar nos clipes que estão lindos. Ai ai, Demi Lovato você está de parabéns hahah. 


Get Weird - Little Mix
Esse é aquele álbum que eu sei todas as músicas e vivo escutando desde que lançou. Black Magic foi o primeiro single do álbum e é uma das minhas músicas preferidas. As performances ao vivo das meninas também estão incríveis. O álbum também conta com uma participação de Jason Derulo! 




American Beauty/ American Psycho - Fall Out Boy
Confesso que nunca tinha escutado Fall Out Boy, até ver Big Hero 6 que tem a música Immortals como trilha sonora! Depois acabei procurando mais da banda e curti muito o álbum novo. Além de Immortals, outras preferidas são Centuries e Irresistible - que inclusive, tem uma versão com a Demi Lovato! Corre pra escutar! 


Purpose - Justin Bieber 

Sem mimimis, mas Justin Bieber lacrou com esse álbum. Fazia tempo que eu não gostava tanto assim das músicas do garoto Bieber, e olha, ele tá de parabéns. O álbum também tem umas parcerias legais, como Skrillex e Big Sean. Love Yourself é minha música preferida do cd, mas confesso que Sorry e a versão acústica de What Do You Mean? são maravilhosas! 

Retrospectiva 2015: Melhores Clipes

    E aí, pessoal! Eu vivo sumindo, mas eu sempre volto. Como o ano está só começando, resolvi fazer uma retrospectiva de 2015 com alguns tópicos que eu curto, como músicas e filmes. Pra quem quiser, também tem retrospectiva lá de 2014 aqui no blog. Abrindo os trabalhos então, vou mostrar pra vocês os clipes do ano passado que eu mais curti.

Confident - Demi Lovato
Claro que uma lista de melhores clipes sem Demi Lovato não é uma lista que se preze. Confident é um dos melhores clipes dela até agora e o melhor pra mim desse ano. Mas Cool for the Summer também compete bem, viu?


Hello - Adele 
Ah, Adele! Que saudades que eu estava de você. Ela voltou e voltou maravilhosa. O clipe é lindo, ela é linda, a música é linda... E ah, é tudo lindo! Olha aí:



Like I'm Gonna Lose You - Meghan Trainor feat. John Legend
Ai ai ai, essa música :') John Legend é maravilhoso,né? Essa parceria entre ele e Meghan Trainor merece muitas palmas. Apesar de me dar uma vontade de chorar, eu sou apaixonada por esse música.



Jet Black Heart - 5 Seconds of Summer
5SOS sempre tem uns clipes divertidos, vai. Esse daqui teve a ajuda dos fãs então ficou bem especial, vem ver! 


Sugar - Maroon 5
Essa música entra em duas listas "melhores clipes" e "aquelas que a gente não aguenta mais", mas continua incrível mesmo assim.



Out of Woods - Taylor Swift 
Taylor Swift teve um ano de clipes sensacionais, foi difícil escolher um só. Mas ela fechou o ano com Out of Woods e está mais do que de parabéns!


Aguardem que em breve os próximos posts da retrospectiva chegam - e eu prometo não demorar! Até a próxima :) 

Para ver: 3 séries para ver agora!

   E aí, pessoal! Deixando os livros e os filmes um pouquinho de lado, hoje vou indicar pra vocês três séries. Vi todas recentemente e amei muito, muito! Não esquece de comentar se já viu alguma ou se gostaria de ver. Bora pro post:

 Don't trust the B---- in Apt. 23 

    June se muda pra Nova Iorque, já com o emprego e o apartamento dos sonhos. Acontece que a empresa vai à falência e June precisa achar um novo emprego e um lugar pra viver. É aí que ela acaba dividindo um apartamento com Chloe que é um tanto quanto maluca. 
    Gente, eu sei, eu sei, você olha pro nome dessa série e pensa "mas que merda,hein". Mas acreditem em mim, é uma série ótima! Além de ser hilária, é alegre e leve. Pode ser bem bestinha às vezes, mas acho que isso torna ainda mais engraçado. Os episódios são curtinhos e, infelizmente, são poucos. A única coisa ruim dessa série é que ela foi cancelada! :( Aproveita que tem no netflix e corre pra ver!

 Demolidor

     Matthew Michael Murdock, ainda na infância, sofre um acidente envolvendo um material tóxico e acaba ficando cego. Murdock então desenvolve seus sentidos de maneira extraordinária e resolve proteger as ruas de Hell's Kitchen, adotando o nome de Demolidor(Daredevil). Nessa vida dupla, Matt também é advogado ao lado do (maravilhoso/melhor personagem) Foggy!
     Demolidor é fantasticamente maravilhoso! Super bem produzido e com um elenco incrível. Foi, com certeza, uma das melhores séries desse ano. O único defeito é que são poucos episódios e agora só resta esperar com muita ansiedade e expectativa a segunda temporada.
P.S: Quase morri de ansiedade pra ver o traje final, mas valeu a pena,porque ficou bem foda!

Red Band Society

     Red Band Society é uma comédia dramática que conta a história de algumas crianças/adolescentes com problemas de saúde e que vivem em um hospital pediátrico. Apesar de improvável, a amizade deles é inevitável e de grande importância para superar as situações ruins. 
      Essa série me conquistou de um jeito muito inesperado, nem sei porque comecei a assistir, mas me apaixonei já no primeiro episódio. Cada personagem é cativante e a série por si só emociona bastante - confesso que quase me afoguei chorando no último episódio. Ah, a série é baseada em uma série espanhola chamada Polseres vermellas  - que eu pretendo saber mais sobre! Novamente a única coisa ruim que eu tenho a dizer é que a série foi cancelada, mas vale bastante a pena ver pra quem curte o gênero.

Resenha: A Escolha - Kiera Cass

 
E aí, pessoal! A resenha de hoje é do livro A Escolha da queridíssima Kiera Cass! Pra quem não leu os outros dois livros, essa resenha pode conter spoiler então segue aqui os links para as outras resenhas: A Seleção e A Elite.

    A Seleção está chegando ao fim e America, finalmente, decidiu: seu coração pertence à Maxon. Porém, como nem tudo são flores, a competição está cada vez mais acirrada, e além de lidar com suas concorrentes, ela tem de enfrentar o Rei Clarkson - que não gosta nem um pouquinho dela -, sobreviver aos ataques rebeldes e ainda manter o público a seu favor. Entretanto, America já foi uma das favoritas do Príncipe, e agora que ela tomou sua decisão, ele parece mais confuso do que nunca e precisa ter certeza dos sentimentos da garota antes de fazer sua escolha - sacou o trocadilho?!



     Dos três livros, sinceramente esse foi o mais decepcionante. Apesar de saber que o foco da autora é o romance e todo o drama e o blablabla, eu realmente esperava que pontos um pouco mais sérios fossem levantados. Ela tem um universo incrível a ser explorado e ela acaba deixando isso de lado ou não se aprofundando tanto quanto deveria, o que me deixa um pouco irritada. Tanto que esse foi o que mais demorei a ler, porque o início não engatava, não me prendia de jeito nenhum e eu não senti que a escrita dela evolui tanto em comparação aos outros dois. Maaas tenho que dizer que eu fui surpreendida em vários outros pontos. Kiera Cass soube amadurecer os personagens e deu um final incrível à trilogia. O que na verdade me surpreendeu foi como a autora chegou ao final, porque o desfecho da história em si foi como o esperado. Algumas partes me cortaram o coração - principalmente porque nem todos os personagens chegam ao fim da história. A America continua sendo o tipo de protagonista que dá uma mancada atrás da outra, Maxon continua sendo nada autêntico, entretanto os dois evoluem muito em suas ideologias e isso é bem legal!  Eu não sei nem descrever as emoções que senti lendo A Escolha - é um mix de ódio e amor toda hora.  Esse é o volume que tem mais "cara de distopia" e já não era sem tempo mesmo. A história se torna um pouco mais dinâmica e tem mais ação também, mas os diálogos fofinhos, os romances e  os dramas continuam o tempo inteiro.


    Eu indico bastante a série pra quem gosta do tema e pra quem já lê, vale a pena continuar sim! Gostei de A Escolha, mas A Seleção continua sendo o melhor pra mim! A Herdeira dá continuidade à série e espero que seja ainda melhor. Assim que eu ler eu conto pra vocês o que achei. Mas e você, já leu algum livro da saga? Conta aí! Até a próxima =)

Popular Posts

Seguidores

Facebook